Serviços
 
   
   
   
 
    Home
 
     
 
Nome:
 
   
 
Senha:
 
 
 
 
 

Bruno Faria - Projetos e Consultoria

Otacílio Costa – SC
Avenida James Robert Amos, 124
Poço Rico – CEP 88540-000
Fone: (49) 3275-2823

 

 

Atitudes para ajudar o meio-ambiente de dentro de casa
A preocupação com o meio ambiente e com o desenvolvimento sustentável é um dos assuntos mais em pauta nos últimos anos. A sociedade tem voltado uma atenção cada vez maior aos problemas do aquecimento global, da falta de água, da poluição do ar e dos rios e, principalmente, da falta de conscientização da população de todo o mundo.

Colocar em prática hábitos que contribuam com a preservação do meio ambiente dentro de casa não só é possível, como também é muito importante. Com projetos que ajudam o morador a fazer sua parte para ajudar, citamos algumas dicas para quem quer contribuir para o desenvolvimento sustentável do planeta.

Iluminação - A iluminação numa casa é responsável por cerca de 10% a 15% do consumo de eletricidade total da habitação e a escolha da iluminação correta para cada espaço, levando em conta o tipo de atividade que será realizada em cada local, é muito importante para um maior conforto e um consumo mais racional de energia. O uso de iluminação natural é uma alternativa muito útil, aproveitando a luz indireta que vem do teto e também grandes vãos de janela, de preferência localizadas em faces privilegiadas pelo sol. Além disso, usar lâmpadas tecnologicamente mais eficientes consome menos.

Lixo - Use lixo reciclável. Uma dica básica e que já ajuda muito é ter dois recipientes na cozinha para separar o lixo: um para lixo orgânico e outro para lixo reciclável (papel, plástico, metal e vidro). Não jogue lâmpadas, pilhas, baterias de celular, restos de tinta ou produtos químicos no lixo. As empresas que os produzem estão sendo obrigadas por lei a recolher muitos desses produtos.

Coleta de águas pluviais - Usar a água da chuva pode ser uma boa opção para economizar e fazer a sua parte. Com projetos simples já é possível fazer a captação das águas pluviais por meio de calhas especiais que levam a água para um reservatório, depois de passar por um filtro de tratamento. Esta água pode ser usada para descarga, irrigação de jardins, lavagem de área de serviço, entre outras finalidades.

Paisagismo - Prefira as plantas que necessitam de pouca água, como Cyca, aveluz, suculentas, espada de São Jorge e plantas de rochas.

Uso inteligente de energias alternativas - Uma delas é a energia solar. Apesar de ser uma ótima opção, a maior disponibilidade da radiação solar no verão, relativamente ao inverno, faz com que seja necessário recorrer a um sistema convencional complementar, que funcione em apoio ao solar. Mas não é só ela que ajuda o meio ambiente. O uso de energias limpas como gás natural, sensores fotovoltaicos (que transformam energia solar em energia elétrica), ou apenas o uso de ventilação natural na casa já colabora bastante.

Projeto de interiores - reaproveitar materiais é uma tendência mundial para poupar matéria-prima e preservar o meio ambiente. Na decoração, além de ajudar a preservar a natureza, o estilo ecologicamente correto pode resultar em ambientes modernos e personalizados. Hoje em dia todos os segmentos têm de se envolver com a causa ambiental e a decoração não pode ficar de fora.

Móveis - no caso dos móveis de madeira o ideal é prestar atenção na hora de comprar. Móveis certificados são feitos com madeiras de reflorestamento. Outras opções indicadas por profissionais é ir até uma marcenaria e arrematar sobras de madeira que normalmente são desperdiçadas. É possível pegar lâminas de madeira, parafusar e fazer cestos ou fruteiras. Outra alternativa é recolher troncos de árvores que caem com temporais ou são arrastados pelos rios e fazer móveis. É possível dar um acabamento para o móvel que não tire as características naturais da madeira, como as rachaduras e os arranhões de animais, para dar um tom rústico. Com essa técnica os profissionais podem fazer bares, bancos, porta-retrato, entre outros. Para dar um toque especial pode ser colocado um tampo de vidro em cima de um tronco, que se transforma em uma mesa.

Objetos de decoração - à mesa, uma opção é utilizar jogo americano feito com gravetos de coqueiro alinhavados por fibras e sementes de frutas. Contas de sementes também podem servir como revestimento para quadros. Uma bandeja pode ser feita com fios de papel endurecidos com cola e vime. Flores podem ser esculpidas com raspas de madeira e tingidas com pigmentos naturais. O coco também é uma matéria-prima importante para a preservação ambiental. As fibras da fruta podem virar xaxim e a pastilha de coco pode servir de revestimento para caixinhas feitas de compensado. Fazendo os próprios objetos de decoração as pessoas interagem mais com a casa e deixam cada cantinho com um toque especial. Uma peça feita com materiais recicláveis pode ser mais bonita do que uma pronta, mais barata e terá um toque da personalidade das pessoas. A idéia é começar do micro para o macro.

 
Desenvolvido por
Uma empresa do Grupo