Serviços
 
   
   
   
 
    Home
 
     
 
Nome:
 
   
 
Senha:
 
 
 
 
 

Bruno Faria - Projetos e Consultoria

Otacílio Costa – SC
Avenida James Robert Amos, 124
Poço Rico – CEP 88540-000
Fone: (49) 3275-2823

 

 

Piscina cristalina nem sempre ť indicaÁ„o de Šgua limpa
Saiba como manter a √°gua adequadamente sanitizada para garantir a sa√ļde e bem-estar dos usu√°rios.

A piscina aparentemente cristalina nem sempre √© a melhor indica√ß√£o de limpeza da √°gua. Al√©m da boa apar√™ncia visual, a √°gua precisa estar adequadamente sanitizada para garantir a sa√ļde e bem-estar dos usu√°rios. O uso intenso durante as esta√ß√Ķes mais quentes, ou mesmo a simples exposi√ß√£o √†s interfer√™ncias do tempo, nas √©pocas mais frias, interferem diretamente na salubridade e na seguran√ßa.

A sanitização da água é importante em qualquer época do ano. Uma piscina sem tratamento químico favorece a transmissão de doenças infecciosas como micose, conjuntivite, otite, febre tifóide, herpes, hepatite, entre outras. Além disso, propicia o aparecimento de larvas de insetos e se transforma em um criadouro do mosquito da dengue.

O tratamento químico da piscina deve seguir critérios específicos. Quando realizado de maneira adequada, elimina doenças e também facilita e barateia a manutenção da piscina, tanto em períodos de menor movimento quanto em épocas em que o uso é maior.

Estima-se que o custo mensal para o tratamento da piscina come√ßa em R$ 60,00, variando de acordo com o produto utilizado e a regularidade do seu uso. O tratamento deve levar em conta tr√™s fatores: a remo√ß√£o f√≠sica de sujeiras, o bom funcionamento do filtro e o uso adequado de produtos qu√≠micos. √Č isso que mant√©m a piscina mais saud√°vel. A clora√ß√£o, na medida certa, assegura que a √°gua esteja totalmente sanitizada.

Procedimentos para manutenção - Para manter a qualidade da água sempre em dia, alguns procedimentos devem ser feitos com regularidade:

Limpeza Física:
- Varrer ao redor da piscina;
- Usar peneira para retirar materiais em suspens√£o na √°gua;
- Limpar as bordas da piscina usando esponja e produto apropriado;
- Mesmo no inverno, quando a utilização da piscina diminui, em alguns casos até 100%, o tratamento não pode ser interrompido.

Filtragem:
- Filtrar a água da piscina por no mínimo 6 horas, diariamente ou de acordo com a recomendação do fabricante;
- Certificar-se que todos os equipamentos da piscina como filtro, areia, bomba e tubula√ß√Ķes estejam em bom estado e funcionando corretamente para que os produtos sanitizantes e balanceadores da qu√≠mica da √°gua atuem corretamente.

Tratamento Químico:
- A √°gua deve estar quimicamente equilibrada (alcalinidade e pH), par√Ęmetros que devem ser verificados pelo menos a cada dois dias ou de acordo a utiliza√ß√£o da piscina;
- Uma vez por semana, é recomendável o processo de elevação do teor de cloro para garantir a completa eliminação de microorganismos e algas mais resistentes que ainda possam estar no meio;
- Com medidores adequados, verificar os tr√™s par√Ęmetros da √°gua: alcalinidade, pH, e cloro livre;
- A alcalinidade desajustada dificulta o equilíbrio do pH, podendo provocar danos a equipamentos, além de deixar a água turva. A faixa ideal é de 80 ppm a 120 ppm;
- O pH desajustado pode causar irritação na pele e nos olhos, cabelos ressecados, corrosão de equipamentos e redução na eficácia do cloro. A faixa ideal é entre 7,0 e 7,4;
- O cloro √© o principal agente sanitizante e desinfetante da √°gua, sendo seu uso obrigat√≥rio por Lei. O par√Ęmetro ideal entre 1 ppm a 3 ppm de cloro livre.

Manuseio de produtos - Se n√£o forem feitos com cuidado, o armazenamento e o manuseio inadequados dos produtos para tratamento da piscina t√™m o potencial de transformar momentos agrad√°veis em uma amea√ßa para a sa√ļde e a seguran√ßa das pessoas. Por isso, algumas dicas s√£o importantes, n√£o s√≥ para os respons√°veis pela limpeza e manuten√ß√£o da qualidade da √°gua, mas tamb√©m para os banhistas e freq√ľentadores.

Para evitar acidentes, a primeira provid√™ncia √© n√£o expor os produtos ao sol e intemp√©ries, fazendo o armazenamento em local fechado, ventilado e sem umidade, a uma temperatura em torno de 25¬ļC. Mant√™-los longe de alimentos e outros produtos qu√≠micos, bem como do acesso de crian√ßas e animais dom√©sticos tamb√©m s√£o atitudes fundamentais.

No momento do uso, √© necess√°rio seguir rigorosamente as indica√ß√Ķes de seguran√ßa que constam do r√≥tulo do produto. Muitas vezes, misturar duas f√≥rmulas diferentes em um mesmo recipiente pode provocar fogo, emiss√£o de gases ou mesmo explos√Ķes. √Č importante que, al√©m de seguir as recomenda√ß√Ķes do fabricante, o manuseio ocorra em ambiente aberto, com circula√ß√£o do ar, nunca em locais fechados, como a casa de m√°quinas. A probabilidade de intoxica√ß√£o √© grande.

Após a aplicação, as embalagens devem ser guardadas imediatamente. Com o término do produto, ainda é aconselhável enxaguar e retirar todo o resíduo, antes de descartar a embalagem vazia.

 
Desenvolvido por
Uma empresa do Grupo